Luna, a menina de 6 anos que há três estava a lutar contra uma leucemia linfática aguda faleceu ontem no IPO do Porto.

O caso desta menina foi rejeitado em Inglaterra e isso sensibilizou vários famosos. Fábio Coentrão e António Raminhos foram alguns que decidiram juntar-se a esta nobre causa que infelizmente não levou ao salvamento da guerreira Luna.

“É com enorme tristeza e dor que comunicamos a todos os AMIGOS da nossa princesinha, que a Luna acaba de partir.
Foi hoje o dia que Deus escolheu, 23 de Dezembro de 2015, para nos levar esta menina, a Guerreira Luna, tão lutadora que foi, . queria tanto viver, e que tantas vezes disse à mãe:
“Mãe não me deixes partir”;
“Mãe, eu não quero ir ter com Jesus… quero ficar contigo”.
A Luna, parte hoje, e já uma nuvem negra nos ensombra a alma. A Luna parte com 6 anos, sofreu muito nos últimos 3 anos de vida, mas uma particularidade foi mantida até ao último suspiro, A VONTADE DE VIVER! A Luna queria viver, queria muito viver, tanto que só quem teve o privilégio de a conhecer poderia saber. A Luna perguntava vezes sem conta, quando é que podia brincar, quando é que estas dores lhe saíam do corpo, quando parava a dor de cabeça, que lhe ceifava o sorriso todos os dias… Mas ainda assim, ela queria viver! “Mãe, fica comigo, não me deixes sozinha!”; “Mãe não atendas o telefone, não fales com ninguém, fica comigo!”….
Hoje, só tenho uma pergunta: PORQUÊ DEUS? PORQUÊ, SE ELA QUERIA VIVER?
Se a Luna sofria? Sim, a Luna estes dias já sofria muito, sofria o que nenhuma criança sequer devia imaginar poder sofrer!
Muitas pessoas diziam… nos vários comentários… “coitadinha da Luna já sofre tanto”…
Desenganem-se, pois a Luna lutou até ao fim, até ao último minuto contra o seu próprio corpo e a terrível doença que lhe degolava sem dó nem piedade cada célula….
A Luna partiu e não queria partir… a Luna deixou a mãe e não a queria deixar.
Mãe e filha, já eram uma só, para SEMPRE!
O amor entre pais e filhos é desmedido, este amor era desmedido, é desmedido. Com a partida da Luna, parte hoje uma parte da vontade de viver da mãe, que tanto rezou ao lado da cama da Luna, que tanto pedia por um milagre, que contra tudo e todos lutou para que a Luna não deixasse este mundo terreno, O ÚNICO mundo que ainda as unia!
Amigos da Luna, OBRIGADO POR ESTAREM AQUI! OBRIGADA por terem acreditado na Luna e esatarem com ela até ao fim!”, foi ontem anunciado na página oficial “Todos pela Luna”.

todosluna