A Teresa Guilherme não teve papas na língua, em declarações à revista Mariana desta semana. Aquando questionada sobre as imunidades dadas na casa, a apresentadora diz que «Damos imunidades para se aguentarem lá mais tempo», o que condiciona claramente o jogo mas vai mais longe, dizendo que «é a única forma que há de as pessoas conhecerem alguns concorrentes».

Esta abordagem causa sempre várias polémicas, em relação às atribuições de nomeações e imunidades, mas Teresa diz que há concorrentes que saem beneficiados «É o caso do Bruno, que no início ninguém gostava dele e hoje adoram-no. A Agnes é outro exemplo, valeu a pena tapá-la por uns tempos. As inumanidades ajudam», refere a «rainha dos reality shows».

A casa dos segredos tem cada vez menos concorrentes e falta menos de um mês e meio para o final e para Teresa Guilherme a produção tem de aproveitar para «sacudir a casa» com imunidades ou nomeações «livres» para deixar outros concorrentes «começarem a sobressair».