A voz chamou o Bruno e a Inês ao confessionário para terem um jantar privado juntos. A jovem rejeitou e a voz disse que compreendia. Com isto, a Inês teve de escolher um casal para ter um jantar, Daniel e Liliana foram os escolhidos.

Mais tarde a Inês disse que o Bruno tinha dito que queria jantar com ela. O “namorado” de Flávia desmente tudo e diz mesmo estar-se a passar com Inês por esta andar a inventar coisas “apetece-me armar a tenda”.

A Inês desabafou com o Hugo (que por sinal continua bastante porco, peidando-se várias vezes) sobre este assunto. Já Bruno desabafou com a pessoa do costume, a Flávia.